FANDOM


Vila Toupeira é uma das poucas aldeias localizadas na Dádiva, a faixa de terra imediatamente ao sul da Muralha que está sob a jurisdição da Patrulha da Noite, destinado a suprir as forças que guardam a Muralha. É o exemplo mais próximo de "civilização" para a Muralhas, povoado por plebeus e não por membros da Patrulha da Noite. Ele está localizado ao longo da Estrada do Rei (cerca de duas milhas) ao sul do Castelo Negro.

Apesar de seu juramento de celibato, os membros da Patrulha da Noite são conhecidos por visitar o bordel em Vila Toupeira.[1]

Vila Toupeira é um assentamento pequeno, sujo, de uma dúzia de grandes edifícios, que são tipicamente em um mau estado de reparação. Se Porto Real é o centro brilhante da civilização refinada em Westeros, Vila Toupeira é o ponto mais distante dela.[2] Mesmo assim, Vila Toupeira é um dos maiores assentamentos na Dádiva, se não o maior (o que atesta o pouco povoado que a Dádiva se tornou ao longo dos séculos, devido a incursões dos selvagens).[3]

História

Temporada 1

Temporada 4

Após a traição de Jon Snow e aos selvagens, ele relata de volta à liderança restante de Castelo Negro que Mance Rayder está avançando em sua posição com um exército 100.000 selvagens - e confessa que uma das maneiras que convenceu os selvagens que quebraria seus votos e juntar-se-ia a eles foi por quebrar seu voto de castidade e deitar com uma moça selvagem (Ygritte). Alguns dos oficiais estão irritados que ele é um quebrador de promessas, mas o Meistre Aemon diz que se decapitaram cada irmão que se deita com uma menina no bordel de Vila Toupeira, a Muralha seria guardada somente por homens sem cabeça.[4]

Samwell Tarly leva a moça selvagem Gilly e seu bebê à Vila Toupeira em um carro para o bordel local, após uma negociação com a dona. Ele insiste que é mais seguro para ela do que em Castelo Negro. Como ele explica, sua preocupação imediata é que muitos dos recrutas do Patrulha foram estupradores enviados para a Muralha como punição, e como ela era a única mulher na Fortaleza, ele temia que eles pudessem atacá-la. Além disso, Castelo Negroestá enfrentando a ameaça iminente de um ataque esmagador pelo Rei-Para-Lá-da-Muralha Mance Rayder e seu exército selvagem, numerado em dezenas de milhares, que está se aproximando a cada dia que passa. Gilly ainda está chateada por estar sozinha com seu bebê e longe de Samwell.[2]

Mais tarde, em Vila Toupeira, durante a noite uma prostituta está discutindo com Gilly sobre o choro de seu bebê que a acordou acordá-la. Só então Gilly ouve o que soa como uma coruja, mas percebe que são realmente dois selvagens sinalizando uns aos outros, então ela rapidamente procura um lugar para se esconder. Um grupo de selvagens liderado por Tormund, Styr e Ygritte ataca a cidade, matando todos em seu caminho. Ygritte descobre Gilly se escondendo com seu bebê, mas os exorta a manterem-se quietos, poupando suas vidas.[3] Após o Saque de Vila Toupeira, Gilly emerge de seu esconderijo e caminha pela Estrada do Rei por várias horas até chegar à segurança de Castelo Negro com seu bebê. Enquanto isso, o grupo de Tormund e Styr também avança para o norte, acampando na saída de Castelo Negro e atrás de uma colina. Ao ver a luz do fogo de Mance Rayder ao norte da Muro, seu sinal para eles atacarem, eles avançam no lado sul mais fraco do Castelo da Patrulha.[5]

Temporada 6

Sansa Stark, guardada por Brienne de Tarth, encontra-se com Mindinho no bordel arruinado de Vila Toupeira. Mindinho oferece sua ajuda em retomar o Norte, mas Sansa reage com raiva, exigindo saber se Mindinho sabia da crueldade de Ramsay Bolton, dizendo que se ele fez, ele é um inimigo e se ele não sabia, então ele é um idiota. Mindinho professa sua ignorância e oferece sua vida a Sansa. Ela o rejeita e informa que ela não precisa dele mais. Pouco antes de sair, Mindinho informa Sansa que seu tio, o Pexe Negro, retomou Correrrio.

Nos Livros

Referências

  1. Aleijados, Bastardos e Coisas Quebradas
  2. 2,0 2,1 Quebradora de Correntes
  3. 3,0 3,1 A Montanha e a Víbora
  4. Duas Espadas
  5. Os Vigilantes na Muralha