FANDOM


"Os Passarinhos" é um vídeo de História e Tradição, uma série de animações especiais incluídas no Blu-ray da sexta temporada de Game of Thrones. É narrado por Conleth Hill como Varys.

Sinopse

Varys, "a Aranha", relembra sua própria infância em Pentos, bem como a criação de seu exército de "passarinhos".

Narração

Varys: Os homens me chamavam de "Aranha" muito antes de eu vir para Westeros. Como um jovem ladrão em Pentos, eu parecia ter oito mãos, cada uma mergulhada no bolso de um estranho. Mas os outros ladrões não apreciavam minha habilidade, e tinham tamanho e força que eu não podia combater. Quando descobriram o porquê, fui espancado e disseram-me que um menino eunuco não pertence às ruas, mas aos bordéis, como qualquer escravo saberia. Consegui escapar deles, o que me fez passar a dormir nos esgotos durante o dia e vagar pelos telhados à noite, sempre a um passo da fome, menos ainda da escravidão.

Então conheci Illyrio Mopatis. Ele era um espadachim que vivia da espada, mas sua mente era mais afiada que sua lâmina. Propus um acordo. Eu espionaria ladrões menores e roubaria o que tinham tomado. Illyrio ofereceria ajuda para as vítimas, prometendo recuperar seus objetos de valor por uma taxa. Logo, todo homem honesto ia até Illyrio, enquanto os gatunos da cidade procuravam por mim... metade para me vender o que tinham roubado, a outra para cortar minha garganta. Infelizmente para eles, Illyrio precisava de minha garganta mais que deles.

A maioria dos ladrões, assim como a maioria dos homens, não passa de idiotas que não pensam mais longe do que transformar em vinho o saque de uma noite. Felizmente, como os outros ladrões tinham me lembrado, eu não era um homem. Muito menos aqueles que eu contratava com o dinheiro que ganhávamos. Eu escolhi os menores garotos e garotas órfãos, aqueles que eram tão rápidos e discretos quanto eu, e ensinei-lhes a escalar paredes e descer por chaminés. Meus passarinhos deixavam as bijuterias para os ladrões comuns e, em vez disso, roubavam cartas, livros-razão e planos. Segredos valem mais do que prata ou safiras. Depois, ensinei meus passarinhos a lerem as cartas sozinhos e deixarem-nas onde estavam, para que ninguém soubesse de nossa intrusão. Illyrio e eu ficamos tão ricos que Illyrio casou-se com uma princesa de Pentos, enquanto sussurros sobre os meus talentos chegaram aos ouvidos de um rei muito ansioso, do outro lado do Mar Estreito, que não confiava em seu filho, nem em sua esposa, nem em seu Mão.

Tampouco deveria, como eu lhe disse assim que cheguei e criei mais passarinhos. Acharam o jogo mais divertido descobrir todos os túneis secretos debaixo da Fortaleza Vermelha e ouvir todos segredos sussurrados dentro dos muros do castelo. Muitas vezes me pergunto o que aconteceu com meus passarinhos quando deixei Porto Real. Provavelmente voltaram à Baixada das Pulgas ou, pior, cresceram. Um dia, ouvirei sua música novamente. Até lá, bem, o mundo não carece de órfãos. Passarinhos cantam a oeste e passarinhos cantam a leste. E uma Harpia voa até uma teia de aranha.

Aparições

Personagens

Lugares

Organizações

Diversos

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.