FANDOM



"Misericórdia da Mãe" é o décimo e último episódio da quinta temporada de Game of Thrones. É o quinquagésimo episódio da série ao todo. Estreou em 14 de junho de 2015. Foi escrito por David Benioff e D.B. Weiss, e dirigido por David Nutter.

Sinopse

Stannis marcha. Dany é cercada por estranhos. Cersei procura por perdão. Jon é desafiado.

Enredo

No Norte

As condições climáticas no acampamento de Stannis Baratheon melhoram drasticamente e a rota para Winterfell fica limpa. Melisandre assume o crédito e diz que o Senhor da Luz cumpriu sua promessa depois do sacrifício de Shireen. Porém, os oficiais de Stannis informam que o sacrifício de Shireen fez metade de seu exército desertar e levou Selyse a se enforcar. Melisandre imediatamente foge para Castelo Negro. Mesmo com todos esses problemas, Stannis ordena que o restante de suas tropas marche contra Winterfell. Quando o exército de Stannis marcha pela Mata de Lobos, Podrick vê a movimentação e avisa Brienne, que parte para se vingar.

Quando Stannis se prepara para iniciar um cerco ao castelo, a cavalaria dos Bolton liderada por Ramsay surge de surpresa. Os Bolton estão claramente em grande vantagem numérica, mas mesmo assim Stannis saca sua espada e leva seus homens para a batalha. Depois de uma batalha rápida e feroz, os Bolton saem vitoriosos. Stannis sobrevive à destruição de seu exército, mas fica gravemente ferido depois de lutar contra vários soldados dos Bolton. Brienne chega e anuncia sua intenção de executar Stannis pelo assassinato de Renly. Stannis aceita seu destino e é executado por Brienne.

Enquanto isso, em Winterfell, Sansa escapa de seu quarto usando o saca-rolha que roubou e acende uma vela na torre destruída para sinalizar por ajuda, mas Brienne já havia partido. Depois de testemunhar a derrota do exército Baratheon, ela tenta voltar para seu quarto, mas é confrontada por Myranda, que ameça mutilar Sansa. Theon finalmente encontra sua força interior e empurra Myranda de cima das muralhas do castelo para a morte, no momento em que o vitorioso exército Bolton retorna para Winterfell. Theon e Sansa percebem que precisam fugir de uma vez e pulam dos muros do castelo para a neve profunda que está abaixo.

Em Dorne

Jaime, Myrcella, Bronn e Trystane partem para Porto Real. No navio, Myrcella revela que sabe que Jaime é seu verdadeiro pai e diz que fica feliz por isso. Porém, Myrcella começa a sangrar pelo nariz e desmaia. É revelado que Ellaria secretamente envenenou Myrcella ao beijar a garota com um batom com veneno.

Em Braavos

Arya se infiltra no bordel frequentado por Sor Meryn Trant depois de roubar uma das faces da Casa do Preto e Branco. Ela esfaqueia Trant várias vezes, revela sua verdadeira identidade e se vinga pelo assassinato de Syrio Forel ao cortar a garganta do cavaleiro. Quando Arya retorna para a Casa do Preto e Branco, ela é confrontada por Jaqen e pela Criança Abandonada. Jaqen critica Arya por tomar uma vida que não era dela para tirar e diz que outra vida precisa ser tomada para agradar ao Deus de Muitas Faces. Jaqen então bebe de um copo e desmaia, para surpresa de Arya. Porém, a Criança Abandonada muda seu rosto para o de Jaqen e diz para Arya que “Jaqen” nunca existiu e que ela estava conversando com “ninguém” o tempo todo. A Criança Abandonada também avisa que colocar uma nova face enquanto ainda não se tornou “ninguém” é como tomar veneno e Arya fica cega.

Em Meereen

Com Daenerys desaparecida depois de voar para longe em Drogon, seus seguidores são deixados sem certeza do que fazer na sua ausência. Daario e Jorah decidem deixar Meereen para procurar por Daenerys. Tyrion deseja se juntar a eles, mas Daario diz que ele é o mais indicado para governar Meereen na ausência de Daenerys, com a ajuda de Missandei e do ainda em recuperação Verme Cinzento. Enquanto Tyrion observa Jorah e Daario partirem, ele pensa em qual será seu próximo passo quando Varys surge de surpresa. Varys compara o momento atual de Meereen com o de Porto Real quando a cidade foi ameaçada por Stannis Baratheon e oferece sua rede de espiões para ajudar Tyrion. Tyrion comenta ironicamente que sentiu falta de Varys.

No Mar Dothraki

Drogon leva Daenerys até o seu covil. Daenerys ordena que Drogon a leve de volta para Meereen, mas Drogon, ainda exausto e ferido, ignora as ordens e vai dormir. Daenerys parte sozinha para tentar achar alguma comida e eventualmente encontra uma horda Dothraki se aproximando. Quando a horda chega perto, Daenerys deixa um anel cair no chão antes de ser cercada.

Em Porto Real

Cersei confessa para o Alto Pardal que cometeu adultério com seu primo Lancel, mas nega ter dormido com Jaime ou ter conspirado para matar Robert Baratheon. O Alto Pardal decide conceder a ela a “Misericórdia da Mãe” e permitir que Cersei retorne para a Fortaleza Vermelha, mas diz que ela deve retornar para enfrentar o julgamento pelos outros crimes que não confessou e ainda passar por uma “punição”. Cersei é despida, seu cabelo é deixado curto e ela é forçada a caminha nua todo o caminho entre o Grande Septo de Baelor e a Fortaleza Vermelha. Enquanto ela caminha, Cersei é duramente humilhada, zombada e atingida por lixo pela população furiosa. Ela cai no choro quando finalmente retorna para a Fortaleza Vermelha. Cersei é coberta por Qyburn, que revela o mais novo membro da Guarda Real, um reanimado Gregor “Montanha” Clegane.

Na Muralha

Jon envia Samwell para Vilavelha para se tornar um meistre ao lado de Gilly e seu bebê. Ele descobre (e apoia) a relação romântica que existe entre Samwell e Gilly. Davos chega pouco depois para pedir suprimentos e reforços, mas Jon se recusa e relembra que os selvagens nunca lutarão por Stannis. Melisandre chega logo depois e seu comportamento leva Jon e Davos a perceberem que Stannis foi derrotado e Shireen e Selyse foram mortas.

Durante a noite, Olly diz para Jon que um selvagem avistou recentemente seu tio Benjen Stark e quer falar com ele. No pátio exterior, Jon encontra apenas Sor Alliser, Bowen Marsh, Othell Yarwyck e um grupo de homens ao lado de uma placa com a palavra “Traidor”. Quando Jon percebe que foi traído, Alliser, Bowen, Othell, Olly e os outros se revezam para esfaquear Jon, cada um deles dizendo “Pela Patrulha”. Os homens deixam Jon enquanto ele morre sozinho na neve.


Produção

Elenco

Principal

Notas do elenco

Notas

  • O título do episódio refere-se à Mãe, aspecto do deus da Fé dos Sete que representa a misericórdia. Aqueles que são acusados pela Fé Militante podem buscar a misericórdia da Mãe antes de seus julgamentos se confessarem, como antes explicado pelo Alto Pardal para Cersei Lannister,[1] e Cersei o faz em diálogo neste episódio.

Referências

  1. "O Presente"
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.