FANDOM


Kingsguard-Main-Shield
Kingsguard-Main-Shield
Tyrion Lannister: "Que tipo de cavaleiro bate uma menina indefesa?!"
Meryn Trant: "O tipo que serve seu rei!"
Tyrion Lannister defende Sansa Stark contra Meryn[fonte]

Sor Meryn Trant era um cavaleiro da Guarda Real dos Reis Robert Baratheon, Joffrey Baratheon e Tommen Baratheon.

História

Antes

Sor Meryn Trant é membro da Casa Trant, uma casa vassala da Casa Baratheon. Ele se torna um cavaleiro da Guarda Real de Robert Baratheon após a Rebelião de Robert. Ele é um cavaleiro de torneio bem sucedido, embora Sandor Clegane despreze as habilidades de Trant, observando que "qualquer prostituta com uma espada poderia vencer Meryn Trants".

Ele tem grande orgulho do seu status de cavaleiro da Guarda Real, embora ele receba rotineiramente ordens que quebram o dever de um cavaleiro de defender os fracos e inocentes sem hesitação ou pergunta.

1ª Temporada

Após a morte do Rei Robert, os Lannisters procuram assegurar a ascensão de Joffrey ao Trono de Ferro, certificando-se de que Lorde Eddard Stark concorde, então enviam Sor Meryn Trant, com um grupo de guardas Lannister, para apreender a filha de Eddard, Arya, que está tendo lições de espada com seu professor, Syrio Forel. Sor Meryn adverte Syrio para não interferir, mas Braavosi defende Arya, armado apenas com uma espada de prática de madeira e desabilita todos os guardas Lannister, para fúria e descrença de Meryn. Amaldiçoando os guardas, Sor Meryn desembainha sua própria espada e luta Syrio. Arya obedece a instrução de Syrio para fugir e ela deixa-os ainda lutando. Mais tarde, enquanto o recém-coroado Rei Joffrey está no tribunal, Sor Meryn está entre os outros Reis na sala do trono, mas o destino de Syrio não é mencionado.

Quando Cersei rejeita Sor Barristan Selmy como Senhor Comandante da Guarda Real, o velho cavaleiro é insultado e desembainha sua espada com fúria, induzindo Meryn Trant e o resto da Guarda Real a fazer o mesmo e bloquear o caminho de Sor Barristan para o Trono de Ferro e Joffrey. Em resposta, Barristan zomba dizendo que agora ele poderia matar Sor Meryn e os outros quatro da Guarda Real tão facilmente como "esculpir um bolo". Há uma pausa tensa, mas no final Selmy joga sua espada nos pés de Joffrey.

Sor Meryn está presente quando Joffrey mostra a cabeça do pai de Sansa em um pico. Em troca, ela diz a Joffrey que um dia seu irmão Robb pode levar a cabeça de Joffrey para lá. Joffrey então diz que sua mãe lhe disse que um rei não deveria golpear sua senhora, então ele ordena que Sor Meryn atinja Sansa em vez disso. Meryn não mostra emoção enquanto faz isso.

Sansa and Meryn 1x10

Sor Meryn detém Sansa às ordens do Rei Joffrey.

2ª Temporada

Sor Meryn protege o Rei Joffrey Baratheon durante o Torneio do Dia de Seu Nome na Fortaleza Vermelha. Quando Sor Dontos Hollard chega bêbado para sua luta, Joffrey ordena a Meryn que derrame um barril de vinho pela garganta de Dontos. Joffrey cai quando lhe dizem que é uma má sorte matar um homem no dia do seu nome por Sansa Stark, que o convence de fazer com que Dontos seja um bobo da corte.

Após a vitória de Robb Stark sobre Stafford Lannister na Batalha de Cruzaboi, o Rei Joffrey recebe Sansa Stark para responder pelos crimes de seu irmão. Ele aponta uma besta carregada para ela e, em seguida, ordena Sor Meryn que bata em Sansa, mas poupe seu rosto. Meryn golpeia Sansa com força no estômago e depois a bate usando o lado plano de sua espada. Joffrey ordena e Meryn arranca o vestido de seus ombros. Sandor Clegane observa com desgosto o comportamento de Trant.

Tyrion Lannister interrompe o ataque contra Sansa e pergunta a Meryn que tipo de cavaleiro bate em uma menina indefesa; Ele responde com "o tipo que serve o seu rei". Bronn sarcasticamente adverte Meryn para ter cuidado ou vai sujar sua capa branca de sangue. Tyrion ordena que Sansa se cubra e lembra a Joffrey que ela é sua noiva. Ele repreende Joffrey por punir Sansa por eventos em que ela não participou. Ele também observa o que aconteceu com o Rei Louco, que também fez o que ele quis até ser morto pelo tio de Joffrey. Meryn adverte Tyrion para não ameaçar o rei; Tyrion diz que está educando seu sobrinho. Ele instrui Bronn a matar Meryn se ele falar novamente e ressalta que essa é uma ameaça real. Tyrion ajuda Sansa a sair da sala do trono.

Tyrion and Ser Meryn in 2x6

Sor Meryn Trant se recusa a atender as ordens de Tyrion

Sor Meryn, juntamente com o resto da Guarda Real, está presente quando a princesa Myrcella Baratheon é enviada a Dorne. Quando Joffrey provoca um tumulto, Sor Meryn atinge vários inimigos enfurecidos antes de levar o rei à segurança. Quando Tyrion ordena a Sor Meryn para reunir homens para ajudar a resgatar a desaparecida Sansa Stark, ele responde com raiva que ele leva as ordens do rei e se recusa a ir. Joffrey está muito ocupado e não se importa se Sansa vai morrer.

3ª Temporada

Guards S3 Ep1

Sor Meryn protege Cersei e Tyrion.

Sor Meryn e um de seus irmãos jurados acompanham Cersei Lannister aos aposentos do irmão Tyrion após a Batalha do Água Negra. Quando Bronn e Podrick Payne aparecem para ver Tyrion, os dois cavaleiros trocam farpas; Meryn está incrédulo de que Bronn foi nomeado cavaleiro por seus esforços na Batalha. Ele zomba de Bronn, enquanto Bronn, mais divertido do que ofendido pelos comentários de Meryn, zomba de Meryn por ter "parado de bater em meninas pequenas e ido lutar contra homens reais", irritando Meryn. Bronn tenta avançar para o encontro com Tyrion, mas Sor Meryn ameaça cortar a sua mão se ele tentar entrar. Os dois Guarda Real começam lentamente a desembainhar suas espadas sem saber que Bronn também tem uma faca na parte de trás. Antes que eles possam lutar, Cersei reaparece e Sor Meryn sai com ela. Mais tarde, quando Lady Margaery Tyrell visita um orfanato, no caminho de volta para a Fortaleza Vermelha, o Rei Joffrey pergunta a Sor Meryn por que eles pararam. Sor Meryn explica e pergunta ao rei se ele deseja falar com sua noiva, mas Joffrey, com medo dos pequenos, se recusa.

Sor Meryn está presente ao lado de seus colegas da Guarda Real quando Joffrey se encontra com seu avô e Mão do Rei, Tywin Lannister. Sor Meryn também está na cerimônia de casamento de Tyrion e Sansa junto com Joffrey.

4ª Temporada

Joffjaimeroom

Meryn, Joffrey e Jaime discutem o casamento.

Quando Joffrey é envenenado em sua festa de casamento, Sor Meryn está entre os mebros da Guarda Real que cercam e prendem Tyrion.

Quando Arya Stark diz a Sandor Clegane que ela acredita que Syrio Forel foi morto por Meryn, Sandor comenta: "Qualquer prostituta com uma espada poderia vencer Meryn Trants".

Meryn

Meryn no julgamento de Tyrion.

Meryn também fala como testemunha no julgamento de Tyrion Lannister. Ele diz ao tribunal como Tyrion deu uma bofetada e insultou Joffrey. Meryn também afirma como Tyrion comparou Joffrey ao Rei Louco e ameaçou ambos. Tyrion tenta se defender afirmando que ameaçou Joffrey e Meryn porque abusavam abertamente de Sansa Stark, mas Tywin ordena que ele fique em silêncio. Após a explosão de Tyrion, Tywin ordena que Meryn o acompanhe de volta para sua cela, mas não antes de Tyrion exigir um julgamento por combate.

Após o julgamento de Tyrion, Jaime repreende seu irmão por sua explosão. Ao discutir o próximo julgamento por combate, Tyrion acredita que Bronn vai lutar por ele, assim como ele fez no Ninho da Águia. Tyrion espera que Cersei nomeie Meryn Trant como o campeão da coroa. No entanto, Jaime informa Tyrion que Sor Gregor Clegane foi nomeado como o campeão da coroa.

5ª Temporada

Sor Meryn ajuda a acompanhar Cersei Lannister para o Grande Septo de Baelor para participar do funeral de Tywin Lannister.

Após a fuga de Tyrion Lannister, Meryn traz dois homens que afirmam ter a cabeça de Tyrion até Cersei, mas ela afirma que eles mataram o anão errado, para o desgosto de Sor Meryn, então ele sugere aprisioná-los. No entanto, Cersei perdoa os homens desde que os prisioneiros podem dissuadir outros caçadores.

Sor Meryn acompanha Cersei quando ela visita o Alto Pardal. Embora ele exprima sua preocupação com essa visita, Cersei acredita que os Pardais são profundamente religiosos e que eles não estão em perigo.

TrantBraavos

Meryn chega em Braavos

Quando Mace Tyrell é designado para negociar um acordo sobre a dívida da coroa com o Banco de Ferro de Braavos, Cersei atribui Sor Meryn para escoltar Mace para Braavos.

Sor Meryn Trant chega em Braavos como uma escolta de Mace Tyrell flanqueada por alguns soldados Lannister. Ele é visto por Arya Stark, que o reconhece imediatamente. Com um tempo de folga, Meryn e seus homens entram num bordel. É oferecido para Sor Meryn várias prostitutas, mas ele declina a todos por serem muito velhas até que uma garota muito jovem seja oferecida.

Meryn-trant-death

Arya corta a garganta de Meryn Trant.

Na noite seguinte, Meryn volta para o bordel, onde ele bate em três garotas. As duas primeiras gritam, mas a terceira permanece estática. Ela puxa o rosto para revelar-se como Arya e o apunhava nos olhos e no peito antes de abafar seus gritos com um pano. Arya diz sem emoção que está fazendo isso pelo assassinato de Syrio Forel. Ela então revela sua verdadeira identidade como Arya Stark, a quem ele acreditava estar morta, antes de ter sua garganta cortada.

Personalidade

Meryn Trant é pomposo, covarde, incompetente, vingativo e conhecido por ser um homem cruel que segue as ordens do rei, não importa o quão ridículo ou desnecessário, como bater Sansa à vista do tribunal para o desgosto de Tyrion, Bronn e o cão de caça. Ele também segue cegamente as ordens de Cersei. Meryn é um excelente exemplo do que um cavaleiro da Guarda Real não deveria ser: Meryn Trant é um homem que exerce sua capa branca como um privilégio para fazer o que quiser e preferencialmente vitimizar os fracos do que ajudá-lo e preferem não tomar questões importantes em suas próprias mãos. Um verdadeiro cavaleiro da Guarda Realeza não levantaria uma mão para os fracos, consideraria a capa branca como uma personificação de seu dever e tomaria as coisas em suas próprias mãos, considerando que ele deveria ser o homem mais habilidoso disponível nessa situação. Trant louva abertamente Joffrey como uma pessoa amada e mostrando uma "lealdade" pomposa. Ele também não dá a Jaime Lannister muito respeito, apesar de Jaime ser o Senhor Comandante.

Nos Livros

Ser Meryn Trant acompanha Rei Robert Baratheon para Winterfell para recrutar a nova Mão do Rei, Lorde Eddard Stark.

Meryn participa no torneio da Mão em Porto Real, derrotando Harwin. Ele é derrotado no torneio por Sor Loras Tyrell.

Meryn é enviado para sequestrar Arya Stark quando Eddard é preso, mas é impedido de o fazer por Syrio Forel. Rei Joffrey I Baratheon o usa para bater em Sansa Stark em obediência. Ele está presente na sala do trono quando Sor Barristan Selmy é rejeitado e ri da vergonha de seu ex-irmão de juramento.

Depois, Meryn participa da justa durante o torneio no dia do nome do Rei Joffrey. Ele confronta sor Hobber Redwyne, derrubando-o na segunda investida. Meryn sobrevive ao motim de Porto Real, quando o cortejo real é atacado em seu retorno à Fortaleza Vermelha depois de levar a princesa Myrcella Baratheon a sua despedida em direção à Dorne.

Meryn guarda rei Joffrey durante a batalha do Água Negra. Depois da batalha, Sor Meryn e o restante da Guarda Real passam horas fazendo mais de seiscentos homens cavaleiros.

Depois, Sor Meryn é ordenado pela Rainha Cersei Lannister a levar Sansa Stark ao septo para se casar com Tyrion Lannister. Mais tarde na história ele é encontrado guardando a Fortaleza Vermelha por Sor Jaime Lannister, Senhor Comandante da Guarda Real, quando este retorna do Norte. Meryn é criticado por não proteger os dois reis que foram mortos na ausência de Jaime.

Durante o julgamento de Tyrion pela morte do Rei Joffrey, Sor Meryn conta a história de Tyrion bater em Joffrey após o motim e diz aos juízes de outros episódios onde Tyrion ameaçou a vida do rei.

Jaime repreende Meryn por abusar de Sansa seguindo as ordens de Joffrey, apontando que em nenhuma linha do Livro Branco da Guarda Real é possível ler um juramento para bater em mulheres e crianças. Quando Meryn protesta que a Guarda Real jura obedecer, Jaime coloca que sua primeira função é proteger o rei, o que inclui proteger o monarca de si mesmo, e que o cavaleiro precisa usar do bom senso quando seu rei lhe dá um comando questionável.

Depois, Sor Meryn guarda os aposentos da Mão do Rei depois que o corpo de Lorde Tywin Lannister é encontrado, até a chegada da Rainha Cersei.

Meryn está presente na Fortaleza Vermelha quando Cersei completa sua caminhada da penitência. Ele guarda os aposentos da mão do rei na Fortaleza de Maegor na noite da morte de Sor Kevan Lannister.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.