FANDOM


"Clamando pela magia negra, os Filhos da Floresta ergueram o mar sobre a ponte de terra que os Primeiros Homens haviam cruzado em Dorne. Quando isso falhou, os Filhos da Floresta derrubaram o martelo das águas no Gargalo, inundando-o e transformando-o no pântano que é hoje." ― Bran Stark


O martelo das águas era uma magia poderosa usada pelos Filhos da Floresta para lutar contra os Primeiros Homens, no clímax das guerras seculares entre as duas raças. A devastação que causou transformou o Gargalo em uma coleção de pântanos e brejos e levou a uma paz que durou milhares de anos.

Nos Livros

Nos romances As Crônicas de Gelo e Fogo, o martelo das águas é uma lenda de Westeros. A lenda diz que da Torre dos Filhos da Floresta de Fosso Cailin, os videntes verdes pediram aos seus deuses sem nome que mandassem o "martelo das águas" para quebrar as terras de Westeros em duas, numa tentativa desesperada de deter a investida dos Primeiros Homens. As histórias dizem que os cranogmanos se aproximaram dos Filhos da Floresta no tempo em que os videntes verdes tentavam derrubar o martelo das águas sobre o Gargalo.

Ao contrário da quebra do Braço de Dorne, a tentativa no Gargalo não teve sucesso. Os filhos só conseguiram inundar a terra, criando pântanos e brejos. O por que da magia dos Filhos ter falhado é desconhecido. No entanto, o cataclismo provou a força de seu poder e pode ter sido fundamental para levar os Primeiros Homens a concordar com os termos do Pacto que pôs fim às hostilidades entre as duas raças e marcaram 4.000 anos de amizade entre os Primeiros Homens e as Filhos da Floresta.

Referências

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.