"Que mulher iria fazer as coisas que eu fiz para você? que esposa iria confiar em você do jeito que eu confiei em você? Quando você me deu essas gotas e me disse para derramá-las em vinho de Jon, o vinho do meu marido, e você me disse para escrever uma carta para Cat dizendo que era os Lannister..."
― Lysa para Petyr sobre a acusação do assassinato de Jon Arryn pela Casa Lannister.[1]

Lysa Arryn, née Tully, é um personagem recorrente na 1ª e 4ª temporada. Ela é interpretada pela atriz convidada Kate Dickie e estreou em O Lobo e o Leão. Lysa foi a Senhora Regente do Vale, governando em nome de seu filho Robin Arryn. Ela amava seu filho e seguiu uma política de isolacionismo desde a morte de seu marido Jon Arryn. Ela presidiu o julgamento de Tyrion Lannister pelo assassinato de Jon Arryn e tentativa de assassinato de Bran Stark. Ele prova sua inocência num julgamento por combate com Bronn. Lysa se recusou a comprometer suas forças para ajudar sua irmã Catelyn Stark na Guerra dos Cinco Reis.

Na realidade, porém, Lysa é uma dos verdadeiros responsáveis da guerra, depois de ter conspirado com Petyr Baelish, quem ela é obsessivamente apaixonada por, para assassinar Jon e enquadrar os Lannister, a fim de provocar uma guerra entre a Casa Stark e Casa Lannister, que devastaria os Sete Reinos e levaria à morte de milhares de pessoas, entre elas sua própria irmã e seu sobrinho Robb Stark. Embora tecnicamente Lysa tenha traído sua própria família, ela é finalmente traída pelo próprio Petyr, que a empurra para fora da Porta da Lua e usurpa seu domínio sobre o Vale uma vez que ela não tem mais utilidade para ele.

Referência

  1. Dito ou acontecido em Primeiro do Nome Dele
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.