FANDOM


Lorath é uma das nove Cidades Livres de Essos.

Sobre

Loarath e seu território, localizam-se na porção norte do continente, estando suas ilhas no Mar Tremente, já a cidade, fica no lado oeste da maior de três ilhas, rodeadas por águas tempestuosos.[1]

Fica na entrada da Baía de Lorath, a oeste do Machado e leste de Bravos. Sua maior segunda ilha é Lorassyon e conta também com uma colônia no continente, no delta do Sarne, chamada Morosh [2].

História

Moedalorathi

Moeda Lorathi

Lorath antigamente era habitada por um povo conhecido como os Criadores de Labirintos que criaram labirintos nas ilhas e no continente Essos ao sul. Os Criadores de Labirintos foram seguidos primeiramente por uma raça de Homens Peludos, parecidos com os Ibbaneses, e depois pelos Ândalos, onde cada ilha tinha seu próprio rei. O Rei Ândalo Qarlon o Grande uniu as ilhas Lorathi e conquistou alguns dos reinos de Essos, mas o reino de Qarlon foi destruída no Expurgo de Lorath por uma aliança entre Norvos e os senhores de dragões da Cidade Franca. As ilhas foram completamente despovoadas nessa época, sendo assim, os Lorathi modernos não têm descendência destas civilizações antigas.

Adoradores de um Deus Cego, chamado Boash, saíram da Antiga Valíria e estabeleceram templos nos labirintos de Lorath 1.322 anos antes da Perdição de Valíria. Embora o culto de Boash foi gradualmente desaparecendo, a terra foi colonizada por Ibbaneses, Ândalos e refugiados valirianos, que fundaram três vilas que foram crescendo, até se juntarem e criar a cidade de Lorath, na maior ilha.

Depois da queda dos sacerdotes de Boash, Lorath tornou-se uma Cidade Livre governada por um conselho de Três Príncipes. O Príncipe da Colheita, o Príncipe dos Peixes e o Príncipe das Ruas. Apesar de ainda existirem hoje, seus títulos são puramente cerimoniais, já que o poder da cidade, reside em um conselho de magísteres composta de nobres, sacerdotes e comerciantes.

O relativo isolamento de Lorath, a fez pouco envolvida nos acontecimentos durante o Século de Sangue.

Apesar de possuir uma grande frota de navios de pesca, os Lorathi constroem alguns navios de guerra e têm pouco poder militar. Poucos Lorathi deixam as ilhas e menos ainda fazem o seu caminho para Westeros. Em vez disso, eles preferem negociar com os seus vizinhos mais próximos: Norvos, Bravos, e Ibben.

Hoje Lorath é contabilizado como os mais pobre das Cidades Livres, bem como o mais isolada e atrasada. Jorah Mormont acredita que a cidade seja insignificante economicamente.[3]

Referências e Notas

  1. A Guerra dos Tronos, Capítulo 54, Daenerys.
  2. O Mundo de Gelo e Fogo, Lorath
  3. Erro de citação: Marca <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas AGT54

Predefinição:RegiõesCidadesLivres

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.