Game of Thrones Wiki
Advertisement
Game of Thrones Wiki

"Sa tida. Pelos ji qlony. J'aspo eza zya azantyr. (Está feito. Ela segura o chicote. A cadela tem seu exército.) "
―Kraznys mo Nakloz para Missandei depois de vender os Imaculados a Daenerys Targaryen.[fonte]

Kraznys mo Nakloz era um comerciante de escravos na cidade de Astapor, na costa da baía dos escravos, é um dos bons mestres, a elite governante da cidade. Ele era um indivíduo imensamente rico, que se enriqueceu com o treinamento e o comércio dos eunucos guerreiros chamados Imaculados.

História

Antes

Kraznys mo Nakloz é um dos Bons Mestres, a elite governante da cidade de Astapor, composta por comerciantes de escravos. Tal como acontece com muitos dos seus compatriotas, Kraznys só fala um dialeto de baixa valiria e não conhece a língua comum de Westeros. Assim, quando se trata de clientes estrangeiros, Kraznys confia em sua escrava Missandei para servir como sua tradutor.

3ª Temporada

Kraznys, com Missandei ao seu lado, encontra-se com Daenerys Targaryen e mostra-lhe alguns dos seus guerreiros. Esses Imaculados haviam estado durante um dia inteiro sem receber comida ou água. Através de Missandei, Kraznys explica que os Imaculados são treinados para lutar a partir dos cinco anos de idade e que apenas um em cada quatro recrutas sobrevive ao treinamento. Para demonstrar que o Imaculado não tem medo de dor ou morte, ele corta o mamilo de um soldado na presença de seus potenciais clientes. Ele então acrescenta que os Imaculados também são treinados para mostrar nenhuma misericórdia ou fraqueza ao matar um filho escravo recém-nascido na frente de sua mãe no final do treinamento. Kraznys diz que oito mil soldados estão à venda e que ela tem até o dia seguinte para tomar uma decisão. Ao longo da reunião, Kraznys insulta Daenerys, acreditando que ela não entende Valiriano. Missandei traduz as frases de Kraznys em frases mais respeitáveis.

No dia seguinte, Daenerys encontra-se com Kraznys e dois outros Bons Mestres, Greizhen mo Ullhor sendo um dos outros dois. Kraznys está inicialmente desprezando sua oferta para comprar todos os oito mil Imaculados e os meninos em treinamento, afirmando que ela pode pagar apenas cem Imaculados. Em resposta, Daenerys afirma que ela tem dragões. Depois de um pouco de regateio, Kraznys concorda relutantemente em vender-lhe todos os seus Imaculados em troca de Drogon. Além disso, Daenerys exige que Missandei seja também esteja envolvida na troca. Com vontade de possuir um próprio dragão, Kraznys concorda. Ele também concorda em dar Missandei como presente.

Kraznys e seus colegas bons mestres estão presentes em uma das praças de Astapor para consumar a transação e ver o dragão. Todos os soldados Imaculados também estão reunidos. Daenerys e sua comitiva chegam com Drogon em uma gaiola. Daenerys entrega Drogon, que está usando uma coleira de corrente longa, para Kraznys, que lhe dá um flagelo com um punho de forma harpista, significando a posse dos Imaculados. Este gesto simbólico conclui a transação.

Enquanto Kraznys luta para controlar Drogon, Daenerys aborda os Imaculados no Valiriano e os testa com comandos de batalha. Kraznys então reclama a Daenerys que o dragão não está obedecendo seus comandos. Em resposta, Daenerys responde em Valiriano perfeito que "um dragão não é um escravo". Kraznys fica surpreso que Daenerys fale Valiriano, Daenerys declara que ela é Daenerys "Nascida da Tormenta" da Casa Targaryen, do sangue de Valiria: Valiriano é a sua língua materna e, assim, ela entendeu cada palavra que ele disse a ela.

Drogon queima Kraznys.

Daenerys ordena aos Imaculados que matem todos os Bons Mestres em Astapor, juntamente com todos os seus soldados domésticos e qualquer homem que detém um chicote, para poupar apenas os filhos e libertar todos os escravos. Kraznys grita freneticamente por alguém para matar Daenerys, mas os Imaculados, não mais dele, o ignora. Daenerys volta para Krazyns e calmamente fala uma palavra: "dracarys". Drogon então respira fogo contra Kraznys, engolindo completamente o escravagista em chamas. Após o Saque de Astapor, os restos carbonizados de Kraznys são deixados sem enterrar.

Nos Livros

Nas Crônicas de Gelo e Fogo, Kraznys é um dos "Bons Mestres", chefes das nobres e ricas famílias de escravos da cidade de Astapor, morando em uma imensa pirâmide. Ele é descrito como tendo uma barba vermelha e preta oleada e sendo tão gordo que Daenerys acha que ele tem seios maiores que os dela. Ele é desdenhoso por qualquer pessoa que não nasceu do sangue de Ghiscari e considera seu povo e sua herança como superiores à de qualquer um, mesmo que de Valiria, ao mesmo tempo que descarta o povo de Westeros como "selvagens do pôr-do-sol".

Advertisement