Game of Thrones Wiki
Advertisement
Game of Thrones Wiki
House-Targaryen-Main-Shield.PNG
House-Targaryen-Main-Shield.PNG

"Estamos a oeste de Castelo Negro, mas o Fortenoite está mais perto de nós. Foi o primeiro castelo na muralha. A Patrulha o abandonou durante o reinado do rei Jaehaerys, o Primeiro"
Samwell Tarly para Gilly[fonte]

Jaehaerys I Targaryen, conhecido como o Conciliadoro Sábio ou o Velho Rei, foi o quarto rei Targaryen no Trono de Ferro. Seu dragão foi Vermithor. Ele era neto de Aegon, o Conquistador. Seu longo reinado foi marcado por estabilidade política e prosperidade econômica, muito disso devido as reformas por ele implementadas.

História

Infância

Jaehaerys era o terceiro filho do Rei Aenys I e de Alyssa Velaryon. Durante a insurreição militante da Fé, quando Aenys pensou que Porto Real era demasiado inseguro, ele fugiu para Pedra do Dragão com sua esposa e todos os seus filhos, exceto seus dois filhos mais velhos, Aegon e Rhaena, que estavam nas Terras Ocidentais neste momento.

Pedra do Dragão era guardada por Visenya Targaryen, que aconselhou Aenys trazer "fogo e sangue" para a Fé dos Sete. Aenys, que nunca foi dos mais robustos, ficou gravemente doente. A rainha viúva Visenya assumiu como sua a responsabilidade de cuidar dele e Aenys brevemente melhorou. Aenys, em seguida, sofreu um colapso quando ele soube que seu filho e filha foram atacados em Crakehall e morreu mais tarde. Após a sua morte, Visenya montou seu dragão e voou para Pentos para trazer de volta seu filho Maegor.

Devido à viagem de Visenya, Maegor tomou o Trono de Ferro antes do irmão mais velho de Jaehaerys, Aegon. Visenya manteve Jaehaerys, sua mãe e sua irmã, Alysanne, reféns em Pedra do Dragão por dois anos, enquanto seu filho lutava contra a Fé Militante. Maegor levou o irmão mais velho de Jaehaerys, Viserys, com ele como escudeiro e refém para garantir o bom comportamento de Alyssa.

Príncipe Aegon lutou contra Maegor I para reclamar o trono de seu pai, mas foi morto por Maegor na Batalha sobre o Olho de Deus.

Alguns anos depois, Visenya faleceu. O caos de sua morte deu a Alyssa uma oportunidade de escapar com Jaehaerys e Alysanne. Ela também aproveitou e levou a espada valiriana Irmã Negra. Eles finalmente encontraram refúgio em Ponta Tempestade. Maegor, como castigo, torturou seu filho Viserys até a morte, deixando seu corpo mutilado no pátio da Fortaleza Vermelha para apodrecer.

Alguns anos depois, o reino ficou farto do governo tirânico de Maegor. Jaehaerys, o último filho vivo do rei Aenys, propõe um nova reivindicação para o Trono de Ferro e foi apoiado por Robar Baratheon, o Senhor de Ponta Tempestade a quem Jaehaerys nomeou Protetor do Reino e Mão do Rei.

Após a morte misteriosa de Maegor no Trono de Ferro, Jaehaerys foi coroado com a idade de quatorze anos e casado com sua irmã Alysanne.

Reinado

Jaehaerys herdou do reinado de seu tio uma guerra com a Fé Militante. Maegor tinha usado métodos brutais para erradicar a rebelião, como a colocação de recompensas sobre as cabeças de todos os membros da Fé Militante, mas a rebelião continuou. Jaehaerys pacificou a revolta com a oferta de anistia para todos os participantes e da dissolução da Fé Militante. A oferta foi aceita e as ordens dissolvidas sob a condição de que o Trono de Ferro sempre defenderia a Fé dos Sete. Este ato valeu-lhe o nome de "Conciliador". Jaehaerys, mais tarde em seu reinado, também tirou o direito da Fé de realizar julgamentos criminais. Isso agradou a muitos, pois haviam frequentemente queixas de septões e septãs sem escrúpulos usufruindo da riqueza e das propriedades de seus vizinhos e daqueles para os quais pregavam.

Jaehaerys governou por 55 anos, tornando-se o mais antigo governante dos reis Targaryen, o que levou a ele também a ser referido como o "Velho Rei". Jaehaerys trouxe para o reino um tempo de grande paz e prosperidade, auxiliado por sua amada esposa-irmã, Rainha Alysanne. Alysanne convenceu-o de abolir o direito do senhor para a Primeira Noite. Alysanne foi o grande amor de Jaehaerys, enquanto seu maior amigo foi Septão Barth. Barth trabalhou na biblioteca da Fortaleza Vermelha devido a sua inteligência aguçada. Jaehaerys eventualmente o requisitou para ser seu Mão do Rei, um serviço que nenhum plebeu nunca tinha realizado antes, nem iria realizar depois. Barth provou ser mais do que capaz e serviu como mão por 40 anos.

Com a ajuda de Barth, Jaehaerys reformou o reino mais do que qualquer rei que viveu antes. Jaehaerys criou um código legal unificado, de modo que desde o Norte até as Marcas de Dorne, o reino iria partilhar uma lei comum. Grandes obras foram implementadas para melhorar Porto Real, tais como esgotos, fossas e poços. Barth acreditava que a água doce e despejo distante de lixo e de resíduos era essencial para a saúde de uma cidade. Uma vasta rede de estradas foi construída e ficou conhecida como a Estrada do Rei, o Rei e a Rainha eram conhecidos por ficar na Estalagem do Entroncamento durante suas viagens, tanto que mais tarde foi chamado Duas Coroas.

Tal era a sabedoria e habilidade de Jaehaerys na diplomacia que ele mesmo conseguiu negociar uma trégua e trazer cinquenta anos de paz entre as Casas Bracken e Blackwood, duas casas cuja animosidade durou bem mais de dois mil anos.

Jaehaerys era conhecido por seu amor a viagens e uma vez visitou o Norte com a rainha Alysanne, seis dragões e metade de sua corte. Seu neto Viserys contou a seus próprios netos um conto de Jaehaerys voando para o norte para derrotar uma vasta série de selvagens, gigantes e Wargs na Muralha.

Foi durante o reinado de Jaehaerys que o castelo da Patrulha da Noite, Lago Profundo foi construído, foi pago pelas jóias de sua esposa e construído por homens que Jaehaerys enviou ao Norte.

Jaehaerys e Alysanne tiveram treze filhos, embora apenas nove viveram até a idade adulta. O filho mais velho destes nove foi Aemon e o segundo filho foi Baelon. Depois que Aemon morreu, Jaehaerys escolheu Baelon como seu herdeiro, ao invés da filha de Aemon, Rhaenys. Com esta decisão, Jaehaerys causou a segunda briga entre o rei e sua esposa, que só seria resolvida por sua filha, septã Maegelle.

Depois que seu velho amigo Septão Barth faleceu, Jaehaerys escolheu para sua mão o lendário cavaleiro Sor Ryam Redwyne, o Senhor Comandante da Guarda Real. Sor Ryam, mesmo sendo um grande cavaleiro, mostrou-se inadequado para o serviço de Mão e logo foi substituído pelo filho e herdeiro do rei, o príncipe Baelon.

Baelon morreu repentinamente e Sor Otto Hightower assumiu o cargo de Mão do Rei durante os anos finais de Jaehaerys. A morte de Baelon significou a convocação do Grande Conselho. O Grande Conselho escolheu Viserys I, neto de Jaehaerys e filho de Baelon, como seu novo herdeiro.

Após a morte de ambos, sua amada esposa e seu filho Baelon, o sofrimento de Jaehaerys foi grande. A mente do Velho Rei começou a vagar nos últimos dois anos de seu reinado e seu tempo foi gasto geralmente acamado. Seu novo Mão, Otto Hightower, efetivamente governou o reino enquanto sua filha Alicent cuidava do rei doente, lendo para ele, lavando-o e ajudando a alimentá-lo.

Jaehaerys tinha 69 anos quando morreu. Seu corpo foi queimado no Fosso dos Dragões e suas cinzas enterradas com a Rainha Alysanne embaixo da Fortaleza Vermelha. Toda Westeros lamentou, até mesmo Dorne.

Legado

Todo o reinado de Jaehaerys é lembrado como o período mais próspero na história da monarquia Targaryen. Seu reinado trouxe paz, estabilidade e justiça para os Sete Reinos. Jaehaerys é, possivelmente, o melhor rei que Westeros já vi e é considerado como tal por muitos historiadores e leigos.

Pequeno Conselho de Jaehaerys I

Durante o reinado do rei Jaehaerys, seu pequeno conselho teve os seguintes membros conhecidos:

  • Regente - rainha viúva Alyssa Velaryon
  • Mão do Rei - Lorde Robar Baratheon
  • Mão do Rei - Septão Barth
  • Mão do Rei - Sor Ryam Redwyne
  • Mão do Rei - Príncipe Baelon Targaryen
  • Mão do Rei - Sor Otto Hightower
  • Mestre da Moeda - Lorde Lyman Beesbury
  • Senhor Comandante da Guarda Real - Sor Ryam Redwyne


Advertisement