FANDOM


Desafio de Valdocaso foi um acontecimento marcante do reinado de Aerys II Targaryen. Ocorreu aproximadamente no ano 276 d.C.. Teve início quando o Senhor de Valdocaso recusou-se a pagar impostos, exigindo um diferente foro para a vila e alguns direitos para seus cidadãos; teve fim com a extinção de sua Casa nobre e uma severa fratura na relação entre o Rei e sua Mão, o Lorde Tywin Lannister. Durante esse período, Sor Gwayne Gaunt da Guarda do Rei foi morto por Sor Symon Hollard e vingado por Sor Barristan Selmy.

História

Antes

Valdocaso, que já fora um porto importante na baía da Água Negra e um lugar de reis, viu sua riqueza se encolher e tropeçar devido ao crescimento de Porto Real, nas proximidades. Denys Darklyn, Lord de Valdocaso, desejava deter esse declínio. Ele desejava ganhar uma carta da Valdocaso, semelhante à que Dorne havia recebido quase um século antes. Lord Tywin Lannister, Mão do Rei, no entanto, rejeitou firmemente a proposta. Lord Denys ficou enfurecido com a recusa de Tywin e elaborou um novo plano, que acabaria por ter graves consequências. Alguns dizem que Lord Denys foi conduzido pela influência de sua esposa Myrish, Lady Serala.

O Desafio

Segundo fontes semi-canônicas, o Lorde Denys Darklyn de Valdocaso, pediu ao Rei Aerys II por alguns direitos para seus cidadãos e um novo foro para sua vila. Aerys recusou, o que levou a uma escalada de acontecimentos, alguns causados pela influência da esposa do Lorde Denys, Serala, uma Senhora vinda de Myr. Os Darklyn recusaram-se a pagar mais impostos à coroa e como Aerys já começara a se distanciar de sua Mão, decidiu lidar sozinho com o problema. Aerys foi a Valdocaso com a Guarda Real e uma pequena força, para prender e executar Lorde Denys; ao invés disso, acabou sendo preso por ele. Durante a captura, Sor Symon Hollard matou Gwayne Gaunt da Guarda Real.

Lorde Denys continuou seu desafio, mesmo quando um grande exército postou-se fora de suas muralhas, comandado por Tywin Lannister. A habilidade de Tywin em agir foi paralisada quando Lorde Denys avisou que, no primeiro sinal de que a vila seria atacada, ele iria matar o Rei.

O Desafio teve fim quando Sor Barristan Selmy entrou clandestinamente no Forte Pardo, o assento da Casa Darklyn e resgatou o Rei. Lorde Denys, sem reféns, imediatamente abriu seus portões e implorou por misericórdia. Foi decapitado, junto ao resto de sua família. Nenhum Darklyn ficou vivo. O mesmo aconteceu com a Casa Hollard, que havia apoiado os Darklyn durante o desafio, com a exceção de Sor Dontos Hollard, que era uma criança na época. Sor Barristan pediu para que sua vida fosse poupada; o Rei, que tinha sido salvo pelo cavaleiro, não pode recusar seu pedido.

Consequências

Aerys nunca mais foi o mesmo. Uma severa inimizade surgiu entre a Mão e seu Rei, que acreditava que havia sido deixado para apodrecer nas masmorras do Forte Pardo. A Casa Darklyn foi destruída e as terras e rendas de Valdocaso foram dadas à Casa Rykker. As terras da Casa Hollard foram tomadas e seu castelo destruído.

Teorias

Segundo Sor Barristan Selmy, Aerys nunca mais deixou a Fortaleza Vermelha após o Desafio de Valdocaso (a única exceção foi o Torneio em Harrenhal). Leitores sabem que Aerys participou de um torneio no oeste quando Rhaegar tinha 17 anos, então pode-se deduzir logicamente que o Desafio ocorreu em 276 d.C ou um ano depois.

Nos Livros

A história do Desafio de Valdocaso é relatada a Brienne of Tarth quando ela viaja para Valdocaso em busca de Sansa Stark.

Agora em Meereen, esperando com um coração pesado pelo retorno da rainha Daenerys Targaryen, Sor Barristan Selmy reflete sobre quantos reis conheceu. Ele lembra que ele estava em seu manto branco ao lado do Trono de Ferro enquanto a loucura consumia o filho de Jaehaerys II, Aerys, e diz a si mesmo que cumpriu seu dever e manteve seus votos. No entanto, ele admite que algumas noites, ele se pergunta se ele tinha feito esse dever muito bem. Como o Guarda do Rei de Aerys, ele tinha visto coisas que o deixavam triste. Mais de uma vez, ele se perguntou o quanto o sangue estava em suas próprias mãos. Sor Barristan pensa que, se ele não tivesse entrado no Valdocaso para resgatar Aerys das masmorras de Lord Darklyn, o rei poderia morrer lá enquanto Tywin Lannister demolia a cidade. A ascensão do Príncipe Rhaegar poderia ter sido para melhor. Esses pensamentos deixam a memória de Valdocaso amarga para Sor Barristan.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.