FANDOM


Cerco de Ponta Tempestade ocorreu no fim da Rebelião de Robert. O Lorde Mace Tyrell e grande parte de suas forças da Campina cercaram Ponta Tempestade por quase 1 ano. O cerco acabou apenas quando o Lorde Eddard Stark chegou no local após o Saque de Porto Real e a Batalha do Tridente, momento que a vitória rebelde já era inevitável.

História

Prelúdio

O Lorde Robert Baratheon tomou a maioria das forças das Terras da Tempestade com ele, e deixou seu irmão Stannis com poucos homens para manter Ponta Tempestade. Após a derrota de Robert pelas forças da Campina em Vaufreixo, afastando o líder rebelde de sua base de poder, a tropa Tyrell avançou diretamente até Ponta Tempestade, e cercou o castelo.

O Cerco

O Lorde Mace Tyrell dirigiu-se a Ponta Tempestade com a tropa da Campina, enquanto o Lorde Paxter Redwyne tomou a frota da Árvore e fechou toda a Baía dos Naufrágios, isolando o castelo. O cerco continuou por quase 1 ano, com os habitantes do castelo tendo que comer cavalos, cachorros e gatos e quase foram forçados a comer os próprios mortos.

Houve ao menos uma quebra de disciplina, quando o mestre-de-armas da fortaleza, Sor Gawen Wylde tentou fugir por uma poterna e render-se. Foi capturado e colocado numa cela, onde morreu durante o cerco.

Felizmente, Davos Seaworth, um notável contrabandista, conseguiu esgueirar-se pelas linhas da frota Redwyne e entrar em Ponta Tempestade com um navio carregado de cebolas e peixe salgado para a faminta guarnição. A comida permitiu aos habitantes do castelo sobreviverem por tempo suficiente até a chegada de Ned Stark, que pôs fim ao cerco. Acabou por não haver batalha, já que os rebeldes já tinham sido vitoriosos no Tridente e Mace Tyrell rendeu-se logo na chegada dos reforços rebeldes na sua retaguarda.

Davos storm's end

Davos resgata os sobreviventes.

Stannis conseguiu manter o castelo, ajudando a rebelião, já que a tropa Tyrell não juntou-se a Rhaegar Targaryen, o que lotaria as fileiras do exército real na Batalha do Tridente.

Consequências

Com a chegada dos reforços rebeldes, liderados por Eddard Stark, Mace Tyrell abaixou suas bandeiras e a frota Redwyne foi redirecionada à Pedra do Dragão. A maioria dos Lordes e cavaleiros da Campina foram perdoados por Robert por sua participação na guerra.

Davos tornou-se cavaleiro por sua ajuda à Ponta Tempestade, mas não antes de ter a ponta de seus dedos cortados por Stannis, como punição por seus anos de contrabandista.

Depois, Stannis fica furioso que Robert nunca lhe deu crédito por ter o castelo, preferindo creditar Eddard por aliviar o cerco. Mais tarde, ele também concedeu Ponta Tempestade a Renly porque ele queria que Stannis controlasse Pedra do Dragão. Desde então, Stannis se ressentia de Robert e Eddard, embora Eddard sempre tenha creditado Stannis. Também é mencionado que Stannis ainda tem rancor contra Lorde Tyrell e Redwyne por sua parte no cerco.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.