FANDOM


{


"As Terras da Noite" é o segundo episódio da segunda temporada de Game of Thrones. É o décimo segundo episódio da série ao todo. Estreou em 8 de abril de 2012. O episódio foi escrito por David Benioff e D.B. Weiss, e dirigido por Alan Taylor.

Sinopse

Tyrion castiga Cersei por alienar os súditos do rei. Na estrada para o norte, Arya compartilha um segredo com um recruta da Patrulha da Noite chamado Gendry. Com o fornecimento diminuindo, um dos batedores de Daenerys retorna com a notícia de sua posição. Depois de nove anos como ala dos Stark, Theon Greyjoy se reúne com seu pai Balon e sua irmã Yara, que querem restaurar o antigo Reino das Ilhas de Ferro. Davos pede a Salladhor Saan, um pirata, para unir forças com Stannis e Melisandre para uma invasão naval a King's Landing.

Enredo

Em Porto Real

Tyrion Lannister chega aos seus aposentos e encontra a prostituta Shae e Lorde Varys conversando. Varys e Tyrion se ameaçam sutilmente: Varys diz que poderia revelar a presença de Shae mesmo contra as instruções de Tywin, enquanto Tyrion diz que mataria Varys em troca.

Durante uma reunião do Pequeno Conselho, a Rainha Regente Cersei Lannister lê os termos de paz de Robb Stark e rasga o papel logo depois. Ela faz o mesmo com um pedido do Lorde Comandante Jeor Mormont para que mais homens sejam enviados para a Patrulha da Noite, pois mortos-vivos foram encontrados. Com exceção de Tyrion, todos os membros do Conselho não levam a carta de Mormont a sério.

Mais tarde, Tyrion janta com o Comandante da Patrulha da Cidade, Lorde Janos Slynt, e pergunta sobre o assassinato dos filhos bastardos de Robert. Quando Janos se recusa a revelar quem deu a ordem para as mortes, Tyrion ordena que ele seja preso e exilado na Patrulha da Noite, com Bronn sendo nomeado novo Comandante.

Cersei questiona o porquê do exílio de Janos e Tyrion percebe que a ordem de matar os bastardos partiu de Joffrey e não de sua irmã. Ele avisa a Cersei que será difícil governar milhões de pessoas que querem a Rainha morta.

Em Pedra do Dragão

Davos and Salladhor at Dragonstone-0

Davos em Pedra do Dragão com Salladhor e Matthos.

Davos Seaworth e seu filho Matthos convencem o pirata Salladhor Saan a lutar a seu lado na guerra. Em troca, Saan poderá saquear Porto Real, mas Davos não garante sua outra exigência – dormir com a Rainha. Salladhor e Davos demonstram não gostar da devoção de Matthos ao Lorde da Luz. Mais tarde, Davos conta para Stannis Baratheon e Melisandre que Saan irá colocar seus 30 navios ao seu lado na guerra. Stannis ordena que Davos e Matthos saiam da sala e é seduzido por Melisandre, que lhe promete um filho caso ele se entregue totalmente ao Lorde da Luz.

Nas Ilhas de Ferro

Theon Greyjoy retorna para sua terra natal, mas não fica feliz com a recepção que recebe. Ele encontra uma garota chamada Yara. Os dois dividem um cavalo até Pyke e Theon tenta seduzir a garota.

Mais tarde, ele é recebido friamente por seu pai Balon ao chegar no castelo. Theon entrega a Balon a oferta de Robb de torná-lo Rei das Ilhas de Ferro, mas a proposta é recusada. Balon insulta Theon por conta de seus costumes nortenhos. Balon planeja tomar sua coroa de volta com o comando de Yara, que é irmã de Theon. Isso faz Theon perceber que a intenção de seu pai é atacar o Norte.

No Deserto Vermelho

Daenerys 202

Daenerys aguardando notícias.

O cavalo de Rakharo retorna para o acampamento de Daenerys Targaryen trazendo a cabeça decepada do dothraki presa em sua sela. Sor Jorah Mormont diz que essa é uma mensagem de algum outro khal, já que nenhum deles gosta da ideia de uma khalasar comandado por uma mulher.

Daenerys promete vingança e prepara um funeral para Rakharo.

Nas Proximidades de Porto Real

Arya and Gendry

Arya e Gendry se escondendo.

Dois membros da Patrulha da Cidade alcançam a caravana com um mandado real de busca por Gendry. Eles são expulsos por Yoren, que ameaça suas vidas.

Gendry revela que sabe que Arya é uma garota e os dois se perguntam por que o rapaz está sendo procurado. Ela revela ser Arya Stark e Gendry conta que recebeu a visita de seu pai algumas semanas antes da sua execução.

Na Fortaleza de Craster

Ghostgilly

Gilly é encurralada por Fantasma.

Samwell Tarly ajuda Gilly, uma das filhas esposas de Craster, quando ela fica com medo de Fantasma, o lobo gigante de Jon.

Sam pede para levar Gilly embora com eles, mas Jon diz que eles não devem se envolver nos assuntos de família de Craster.

Gilly está grávida e não conta por que quer fugir, mas a conversa deixa Jon com suspeitas sobre o que acontece com os filhos homens de Craster.

Naquela noite, Jon vê Craster levar um menino recém-nascido para a floresta. Ele segue Craster e vê o homem voltar da floresta com as mãos vazias. Ao ouvir o barulho de pegadas no gelo, Jon corre para a floresta e vê um Caminhante Branco pegar o bebê. Antes de conseguir fazer alguma coisa, Jon é nocauteado pelas costas por Craster.

Aparições

Mortes 

Elenco

Estrelando

Curiosidades

  • O título refere-se às Terras Noturnas, a terra dos mortos na religião Dothraki. Irri está arrasada porque Rakharo não poderá ir para as Terras Noturnas porque seu corpo foi mutilado por seus assassinos sem ser queimado.
  • A cena em que a cabeça decepada de Rakharo é descoberta e Irri lamenta sua morte (em uma prolongada troca de diálogos em língua Dothraki) foi filmada como parte do próximo episódio, "O que está morto não pode morrer", mas foi transferida para este episódio na pós-produção.
  • A remoção de Janos Slynt de seu cargo não é inteiramente de iniciativa de Tyrion: nos livros, seu pai Tywin considerou a nomeação de Janos como uma das muitas loucuras de Cersei. Assim, Cersei não pode derrubar a decisão de removê-lo, porque Tyrion tinha ordens explícitas de Tywin para fazê-lo. No entanto, foi decisão de Tyrion não apenas tirar o título dele, mas exilá-lo para a Muralha, porque o anão sentiu que ele era de lealdade questionável e porque Janos era um matador de bebês.
  • Uma imagem da carta de Robb Stark para Balon Greyjoy, que foi enviada através de Theon, foi publicada nos extras deste episódio. As partes visíveis da carta são: "... Senhor da Casa Greyjoy ...

... anos atrás nossas casas lutaram como inimigos ...

... una-os contra um grande inimigo. Seu filho provou ser um guerreiro formidável e amigo da Casa Stark. Dê-lhe o comando de sua frota para esmagar os Lannister e eu darei a você a independência que você procurou há nove anos, será rei das Ilhas de Ferro como eu sou rei do Norte, livre da opressão do [Trono de Ferro].

... Os Lannisters deixaram seus ...

... Rochedo Casterly largamente indefesa e ...

... Theon fala por ...

  • Como o escritor Bryan Cogman explicou, a equipe de produção não tinha certeza se eles seriam capazes de incluir a filha de Stannis, Shireen Baratheon, na série de TV. Assim, entrou na linha de pensamento de Melisandre nesse episódio que Stannis não tem filhos, porque eles queriam deixar suas opções em aberto para depois dizerem que ele tem uma filha (e, como se viu, a série de TV foi finalmente capaz de introduzir Shireen na terceira temporada): "Naquele momento, nós honestamente não sabíamos se incluiríamos Shireen ou não - nós nunca sabemos quantos personagens esse programa pode dar, então às vezes fazemos adaptações de um jeito ou de outro. Então deixamos claro que Selyse havia dado filho a Stannis, deixando a porta aberta para Shireen se precisássemos dela".
  • No episódio, o Pequeno Conselho em Porto Real recebe uma carta do corvo mensageiro da Patrulha da Noite implorando por ajuda e advertindo sobre os mortos-vivos que atacaram (o que o Pequeno Conselho não acredita). Nos livros, Sor Alliser Thorne foi enviado para Porto Real para pedir ajuda pessoalmente, mas ele foi ignorado e enviado de volta. Bryan Cogman depois explicou que os escritores pretendiam que Ser Alliser reaparecesse na 2ª temporada e se reportasse ao Pequeno Conselho em Porto Real, assim como fez nos livros - no entanto, houve um conflito de agenda e o ator Owen Teale simplesmente não estava disponível na época, isso então teve que ser retirado dos scripts.