Game of Thrones Wiki
Advertisement
Game of Thrones Wiki
Este artigo é sobre o Meistre Aemon. Para ver sobre o personagem "Cavaleiro do Dragão", veja Aemon Targaryen (Cavaleiro do Dragão).
House-Targaryen-Main-Shield.PNG
House-Meistres-Main-Shield.PNG
Night's-Watch-Main-Shield.PNG

"Eu sou um Meistre da Cidadela, preso em serviço a Castelo Negro e a Patrulha da Noite. Não vou lhe dizer para ficar ou partir. Você deve fazer essa escolha, e viver com ela pelo resto dos seus dias―como eu fiz."
―Aemon revela sua verdadeira identidade a Jon Snow.[fonte]

Meistre Aemon, nascido Aemon Targaryen, era um Meistre em Castelo Negro e um dos conselheiros mais próximos dos Senhores Comandantes Jeor Mormont e Jon Snow.

Ele era o último Targaryen conhecido em Westeros antes da chegada de Daenerys Targaryen, apesar de Jon Snow ter sido um Targaryen sem conhecimento público. A origem de Aemon foi esquecida pela maioria em Castelo Negro, visto que ele foi uma pessoa dedicada a seus votos. Faleceu naturalmente em seu sono, indo em paz.

Aparência

Aemon era um sujeito idoso de cabelos brancos e finos, cheio de rugas e marcas devido a idade. Ele se tornou cego com o tempo. A idade também o deixou levemente corcunda e lento, precisando de assistência quase o tempo todo. Aemon vestia sempre uma túnica negra com sua famosa corrente de Meistre, cuja não lhe era permitido tirar em momento algum, nem mesmo para dormir. Quando jovem, era possível que Aemon tivesse cabelos prateados como era comum entre os Targaryen.

Personalidade

Devido a sua experiência, Aemon considerado um sábio e uma fonte de orientação na Muralha para qualquer pessoa que se aproximasse dele. Tendo vivido por mais de cem anos, Aemon tornou-se ciente das lutas dos homens da Patrulha da Noite, em particular o significado de seu dever e dedicação, principalmente porque ele enfrentou uma grande luta desse tipo em sua vida. Como um Targaryen, a recusa de Aemon ao Trono de Ferro mostrou que ele não tinha interesse no poder pessoal e preferiu se dedicar ao conhecimento e à orientação de outros. Ele estava ciente de que a Patrulha da Noite não era o que costumava ser, e entendia as graves fraquezas e ameaças que vinham com esse fato. Aemon possuía uma natureza muito astuta quando lhe convinha, e podia dizer com bastante eficiência se alguém estava mentindo―uma habilidade que aparentemente adquiriu enquanto crescia em Porto Real. Aemon possuía um humor seco, como quando brincou sobre irmãos quebrando seus votos ao irem buscar prostitutas em Vila Toupeira.

Claramente, Aemon não sofria da mesma loucura Targaryen que Aerys II e Viserys sofreram em suas vidas, uma vez que sua mente permaneceu completa e totalmente sã e clara, talvez um tributo ao fato de ele rejeitar posições de extremo poder, enquanto o Rei Louco e Viserys cobiçavam-nas. No entanto, Aemon claramente tinha um amor profundo e pessoal por sua família, e citou que a morte deles foi absolutamente devastadora para ele―chegando a se questionar entre manter seus votos ou agir quanto a destruição de sua Casa. Ele sugeriu que ainda se arrependia profundamente de sua decisão, mas sabe que poderia ter feito muito pouco. Ao mesmo tempo, o amor de Aemon por sua família mostrava com sua referência a seu pai como 'Maekar, o Primeiro de Seu Nome' em reconhecimento de sua ascensão ao Trono de Ferro, e continuando a se referir a seu irmão Aegon como 'Egg', um apelido carinhoso. Ele ficou particularmente chocado com o massacre de crianças, discutindo com raiva as mortes dos filhos de Rhaegar. Quando soube que sua sobrinha-neta Daenerys Targaryen estava viva em Meereen, ele mais uma vez mostrou o quanto amava sua família ao lamentar que Daenerys estivesse sozinha e ele fosse muito velho e doente para ajudá-la.

Aemon era um homem inteligente que adorava ler e lamentava a ironia de ser cego e rodeado de tantos livros. Ele se tornou um amigo extremamente próximo de Samwell Tarly, compartilhando dos mesmos gostos do que o jovem rapaz.

Biografia

Aemon Targaryen foi o terceiro filho do Rei Maekar I. Recebeu esse nome em homenagem ao seu antepassado, o Príncipe Aemon Targaryen, o Cavaleiro do Dragão. Seu avô, o Rei Daeron II, tinha quatro filhos adultos, três deles com filhos próprios. Tantos herdeiros Targaryen era algo perigoso, de modo que Daeron mandou Aemon para a Cidadela. Ele abandonou toda sua herança e o sobrenome Targaryen ao se juntar a Ordem dos Meistres.

Quando seu irmão, Aerion, faleceu, mesmo com Aemon juramentado como Meistre, havia aqueles que sentiam que a coroa deveria passar para ele. Aemon recusou o trono, que passou para seu irmão mais novo, Aegon V, o Improvável, chamado assim por ter sido um dos últimos na linha de sucessão com poucas chances de assumir o trono e que, mesmo assim, se tornou rei em circunstâncias improváveis.

Aemon mais tarde se juntou a Patrulha da Noite, contraindo votos adicionais que o distanciariam ainda mais do Trono de Ferro e impediriam que fosse usado em conspirações contra Aegon V. O rei providenciou uma "guarda de honra" para acompanhar seu irmão até a Muralha, esvaziando as masmorras da Fortaleza Vermelha e enviando Sor Duncan, que os acompanhou até Atalaialeste do Mar. Brynden Rivers também acompanhou Aemon para a Muralha.

Muitos anos depois, Aegon V morreu na Tragédia de Solarestival e a coroa passou para seu filho, o sobrinho de Aemon, Aerys II, que mais tarde ficou conhecido como "o Rei Louco". A crescente insanidade de Aerys II acabou levando à eclosão da Rebelião de Robert, que viu a Casa Targaryen deposta e praticamente exterminada. Ao ouvir sobre as mortes brutais de sua família em Porto Real durante a rebelião, Aemon suportou uma grande tristeza que nunca o deixou.

Eventualmente Aemon se tornou um dos homens mais velhos vivos conhecidos em Westeros, além de desenvolver uma cegueira. Ele continuou servindo em Castelo Negro durante várias décadas. Como ele cuidava dos corvos na Patrulha, Aemon dependia bastante de Intendentes para ajudá-lo.

Primeira Temporada

Durante a visita de Tyrion Lannister a Castelo Negro, o Senhor Comandante Mormont e Aemon aproveitaram para pedir-lhe que aconselhasse a Rainha Cersei e o Rei Robert I a disporem de mais homens a Muralha, alertando-o sobre selvagens fazendo cada vez mais fugas ao sul, afirmando terem vistos os Caminhantes Brancos.[1]

Quando os recrutas foram repassados para suas funções, Aemon cuidou de distribuir os Intendentes. Jon Snow tentou questionar seu papel designado como Intendente pessoal do Senhor Comandante, mas acabou aceitando e fazendo seus votos de qualquer jeito. Samwell Tarly foi designado para ajudar Meistre Aemon com os corvos.[2] Durante seus votos, Sam e Jon encontraram cadáveres de Patrulheiros do grupo de busca de Benjen Stark. O Senhor Comandante Mormont ordenou que eles fossem levados para Aemon para estudo, antes de serem queimados.[3]

Quando Jon ouviu sobre o encarceramento de seu pai Eddard Stark, ele passou a ficar conflitante em como agir. Tendo vivido este mesmo conflito, Aemon contou-lhe sobre sua linhagem e história, alertando Snow que ele deve fazer suas escolhas e viver com elas pelo resto de sua vida, como ele mesmo havia feito.[4] Durante a grande patrulha que Mormont organizou após ser atacado por uma criatura, Meistre Aemon ficou em Castelo Negro, enquanto dispensou Samwell Tarly para cuidar dos corvos do Senhor Comandante enquanto estiverem para lá da Muralha.[5]

Terceira Temporada

Meistre Aemon recebeu Sam e Gilly após eles retornarem de Castelo Negro. Sam lhe contou sobre o Motim na Fortaleza de Craster, e explicou-lhe que fugiu com Gilly e seu bebê recém-nascido para Fortenoite. Com a morte do Senhor Comandante Mormont, Aemon decidiu enviar corvos pedindo ajuda a todos os lordes, ladies, reis e rainhas dos Sete Reinos.[6]

Quarta Temporada

Meistre Aemon foi um dos juízes que julgaram as ações de Jon Snow como espião enviado por Qhorin Meia-Mão. Apesar de ter quebrado seus votos, Aemon decidiu poupar Jon Snow de seus crimes por enquanto, para desgosto de Sor Alliser.[7]

Meistre Aemon estava presente quando Olly trouxe notícias sobre o ataque dos selvagens ao sul da Muralha. Apesar de muitos quererem ter partido contra eles, Aemon observou que haviam poucos homens em Castelo Negro e não tinham como patrulhar ao sul da Muralha, sugerindo que esperassem no castelo pelo ataque principal.[8]

Na véspera do ataque ao Castelo Negro pelos selvagens, Meistre Aemon encontrou Sam na biblioteca, onde conversou com ele sobre sua origem Targaryen e sobre uma donzela que conquistara seu coração havia muito tempo. Durante a batalha, Aemon se escondeu enquanto seus irmãos juramentados lutavam no Castelo Negro e defendiam a Muralha. Por fim, eles sobreviveram a primeira noite.[9]

Quando Stannis Baratheon derrotou Mance Rayder salvando a Patrulha da Noite, Aemon liderou a despedida aos irmãos que deram suas vidas defendendo Castelo Negro. Ele também cuidou do selvagem cativo Tormund Terror dos Gigantes.[10]

Quinta Temporada

Meistre Aemon comandou a eleição para 998º Senhor Comandante da Patrulha da Noite. Ele deixou, antes da votação começar, os candidatos fazerem seus discursos, sendo estes Sor Alliser Thorne e Sor Denys Mallister. Quando Aemon perguntou se havia mais algum candidato, Sam Tarly sugeriu Jon Snow, discursando em seu nome. Janos Slynt tentou ridicularizar Sam, que revelou a todos sobre seu papel na Batalha de Castelo Negro―Janos se escondeu com Gilly para fugir da luta, e foi encontrado em uma poça de sua própria urina. O discurso de Sam encorajou Jon Snow a receber a maior parte dos votos.[11]

Eventualmente, Aemon passou a ficar cada vez mais doente e ausente nas reuniões da Patrulha.[12]

Sam mais tarde leu a Aemon notícias da Baía dos Escravos sobre Daenerys Targaryen, e ele sentiu pena de sua parente estar sem aliados a meio mundo de distância. Quando Jon veio pedir conselhos a Meistre Aemon sobre sua ideia de se aliar aos selvagens de Durolar, Aemon o mandou "matar o garoto" e fazer o que achava certo.[13]

Ficando cada dia mais fraco, Aemon eventualmente passou a alucinar, acreditando que o filho de Gilly era seu irmão mais novo "Egg". Mais tarde, ele faleceu enquanto dormia de causas naturais.[14]

Oitava Temporada

Quando Daenerys queimou Porto Real, Jon e Tyrion conversaram sobre como reagir a decisão dela. Jon então lembrou sobre as palavras de Aemon sobre amor e dever, decidindo escolher o dever e matando Daenerys.[15]

Aparições

Aparições na primeira temporada de Game of Thrones
Winter Is Coming The Kingsroad Lord Snow Cripples, Bastards, and Broken Things The Wolf and the Lion
A Golden Crown You Win or You Die The Pointy End Baelor Fire and Blood
Aparições na primeira temporada de Game of Thrones
Valar Dohaeris Dark Wings, Dark Words Walk of Punishment And Now His Watch Is Ended Kissed by Fire
The Climb The Bear and the Maiden Fair Second Sons The Rains of Castamere Mhysa
Aparições na quarta temporada de Game of Thrones
Two Swords The Lion and the Rose Breaker of Chains Oathkeeper First of His Name
The Laws of Gods and Men Mockingbird The Mountain and the Viper The Watchers on the Wall The Children
Aparições na quinta temporada de Game of Thrones
The Wars to Come The House of Black and White High Sparrow Sons of the Harpy Kill the Boy
Unbowed, Unbent, Unbroken The Gift Hardhome The Dance of Dragons Mother's Mercy

Árvore genealógica

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Famtree-AerionTargaryen.png
Aerion
Targaryen

Falecido
 
Famtree-MaesterAemon.png
Aemon
nascido Aemon Targaryen
Falecido
 
Famtree-AegonVTargaryen.png
Aegon V
Targaryen

Falecido
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Rainha
desconhecida
Falecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Duncan
Targaryen

Falecido
 
Famtree-AerysIITargaryen.png
Aerys II
Targaryen

Falecido
 
Famtree-RhaellaTargaryen.png
Rhaella
Targaryen

Falecida
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Daeron
Targaryen

Falecido
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Famtree-EliaMartell.png
Elia
Martell

Falecida

 
Famtree-RhaegarTargaryen.png
Rhaegar
Targaryen

Falecido
 
Famtree-LyannaStark.png
Lyanna
Stark

Falecida
 
Famtree-ViserysTargaryen.png
Viserys
Targaryen

Falecido
 
Famtree-DaenerysTargaryen.png
Daenerys
Targaryen

Falecida
 
Famtree-Drogo.png
Drogo

Falecido
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Famtree-QueenRhaenysTargaryen.png
Rhaenys
Targaryen

Falecida
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Aegon
Targaryen

Falecido
 
Famtree-JonSnow.png
Jon Snow
nascido Aegon
Targaryen
 
 
 
 
 
 
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Rhaego

Natimorto
 
 

Nos livros

Nos livros de As Crônicas de Gelo e Fogo, Meistre Aemon tem quase 100 anos de idade. É descrito como careca, enrugado, encolhido e cego, com olhos enevoados, brancos como o leite. Ele fala baixinho, mas seu conselho é tão valorizado e respeitado que muitos caem em silêncio para ouvi-lo. Apesar de sua idade, sua mente ainda era afiada assim como sua audição. Rhaegar Targaryen costumava se corresponder com seu parente ancião. Aemon declarou que todo homem que se junta à Patrulha acaba tendo seus votos testados algum dia. Segundo ele, os seus próprios votos foram testados por três vezes e ele foi forçado a se manter longe e incapaz enquanto a Casa Targaryen era destruída na Rebelião de Robert.

Diferente da série, Aemon é enviado junto a Sam e Goiva (Gilly na série) para Vilavelha. Durante a viagem de Bravos para Vilavelha ele morre de frio com cento e dois anos. De acordo com Alleras, um novato da Cidadela, ele era o homem mais velho de Westeros.

Links externos

Referências

Predefinição:CasaTargaryen

Advertisement