Game of Thrones Wiki
Advertisement
Para outros personagens que compartilham o mesmo nome, veja "Aegon Targaryen (desambiguação)".
House-Targaryen-Main-Shield.PNG
House-Targaryen-Main-Shield.PNG

"Aegon Targaryen mudou as regras. É por isso que todas as crianças vivas ainda lembram seu nome, mesmo após trezentos anos de sua morte."
Tywin Lannister para Arya Stark[fnt]

Rei Aegon I Targaryen, também conhecido como Aegon, o Conquistador, e Aegon, o Dragão, foi o fundador e primeiro rei da dinastia Targaryen após conquistar seis dos Sete Reinos de Westeros com três grandes dragões, Balerion, Vhagar e Meraxes. Era casado com suas irmãs, Rhaenys e Visenya, e com elas tiveram dois filhos, um de cada esposa, Aenys I e Maegor I respectivamente. Ele era referido oficialmente como Aegon da Casa Targaryen, o Primeiro de Seu Nome, Rei dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Senhor dos Sete Reinos e Protetor do Território.

Biografia

Aegon Targaryen nasceu em Pedra do Dragão onde foi criado com suas irmãs, Visenya, a mais velha, e Rhaenys, a mais nova, além de ter tido um meio-irmão bastardo, Orys Baratheon, com quem também era muito próximo. Aegon se tornaria o montador do dragão Balerion, enquanto suas irmãs assumiriam Vhagar e Meraxes, os três últimos dragões do mundo conhecido.[1] Dizia-se que Aegon tomou desde cedo interesse em Westeros, vendo em Valíria apenas passado e destroços de uma civilização que já fora grande. Ele então pediu para que pintasse uma mesa em Pedra do Dragão o mapa de Westeros e seus distintos sete reinos,[2] enviando cartas para todos os senhores de Westeros e reis dos sete reinos afirmando que a partir daquele momento, haveria apenas um rei para se curvarem, o próprio Aegon.[3]

"Aegon desembarcou na foz do Água Negra e ergueu um primitivo "Aegonforte" nas terras disputadas entre os reinos de Harren e Argilac, de modo que nenhum deles pudesse decidir de quem era o problema."
―Viserys Targaryen[fnt]

Aegon usou Balerion para queimar Harrenhal.

Ele pousou em uma colina em um território neutro entre os reinos da Tempestade e das Ilhas e dos Rios, onde estabeleceria o Aegonforte, fazendo de lá base para o resto de sua conquista.[3] Aegon partiu com Balerion para Harrenhal no intuito de reprimir o primeiro dos sete reinos, o de Harren Hoare. Ele tinha controle das Ilhas de Ferro e Terras Fluviais e Aegon, com ajuda da Casa Tully de Correrrio, tomou o castelo, queimando-o com Balerion e destruindo a linhagem de Harren. A Casa Tully foi nomeada os novos Senhores do Tridente e a Casa Greyjoy eventualmente ascendeu em Pyke como novos Senhores das Ilhas de Ferro. Este foi o primeiro reino a ceder ao controle de Aegon Targaryen.[4][5][6] Rhanys e Orys eventualmente tomaram o Reino da Tempestade de Argilac Durrandon, matando-o no processo e casando sua filha, Argella, com Orys, e criando a Casa Baratheon em cima da Casa Durrandon.[7] Visenya também eventualmente conquistaria o Vale de Arryn para Aegon,[8] e se uniria a ele e sua irmã no Campo de Fogo, onde a Casa Gardener e Lannister haviam unido um exército para impedir o pretendente Targaryen.[1] Aegon e suas irmãs lançaram a fúria dos três dragões de uma só vez, extinguindo a Casa Garderner e submentendo a Casa Lannister. Os Gardeners foram subsitituídos pelos Tyrell como Senhores de Jardim de Cima e Senhores Soberanos da Campina, enquanto os Lannisters se tornaram Protetores do Oeste.[9][10][11] Quando o Rei do Norte Torrhen Stark viu do que os dragões eram capazes, ele preferiu se ajoelhar para Aegon, rendendo o Norte a seu controle.[12]

"Após a submissão da Casa Stark, Aegon marchou em direção a Vilavelha, preparando-se para mais uma batalha. Mas ele encontrou os portões abertos, com o Alto Septão o recepcionando. O tolo piedoso teve até a arrogância de conceder o que Aegon já havia conquistado, e ungiu o último valiriano como "Aegon da Casa Targaryen, Primeiro de Seu Nome, Rei dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Senhor dos Sete Reinos e Protetor do Território"."
―Viserys Targaryen[fnt]

Aegon foi oficialmente coroado em Vilavelha.

Aegon então marchou para Vilavelha onde o Alto Septão havia decidido apoiá-lo em sua conquista, o coroando e o nomeando oficialmente como Aegon I Targaryen. Ele levou as espadas de todos seus inimigos derrotados e as usaram para fundir o Trono de Ferro em Aegonforte, que se tornaria o símbolo de poder do Rei dos Ândalos e dos Primeiros Homens pelos próximos 300 anos.[13] Dessa forma, apenas Dorne e os Roinares estavam fora de sua jurisdição e Rhaenys foi enviada para conquistá-la. Após uma prolongada tentativa de submeter os dorneses, Rhaenys e Meraxes acabaram falecendo e Aegon eventualmente desistiu de sua conquista―ele ainda se proclamava "Senhor dos Sete Reinos", mas Dorne continuou insubmissa.[14][15][16]

Rhaenys no entanto não morreu sem antes dar a Aegon I um filho e herdeiro, Aenys Targaryen, que viria a suceder Aegon depois de sua morte.[17] Aegon também seria responsável pela criação da Guarda Real,[18] de um Pequeno Conselho para auxiliá-lo em seu governo,[3] e do início da construção da Fortaleza Vermelha, que só seria terminada durante o reinado de seu filho mais novo, Maegor I.[19]

Legado

Aegon foi lembrado através dos séculos pela formação dos Sete Reinos.[20]

Daemon Targaryen lembrou sua sobrinha que não foram sonhos que criaram a dinastia Targaryen, mas sim dragões, se referindo a Balerion, Meraxes e Vhagar.[21]

Enquanto estudavam a história de Westeros, Septã Mordane perguntou a Sansa Stark sobre Aegon I.[22] Em Vaes Dothrak, Sor Jorah Mormont duvidava da existência dos dragões que ele usara, afirmando que tudo isso acontecera há muito tempo e poderia haver relatos inventados sobre eles.[23] No entanto, ele passou a acreditar na existência das bestas ao testemunhar seu nascimento.[24]

Tywin Lannister também discutiu com sua copeira sobre Aegon e suas irmãs, afirmando que seu legado foi tão forte que séculos após sua morte todas as crianças ainda conheciam suas histórias.[20] Lorde Petyr Baelish contara uma vez as espadas usadas na forja do Trono de Ferro e afirmou que não havia nem mesmo uma centena, mas as histórias diziam que eram "mil espadas dos inimigos derrotados de Aegon". Ele acreditava que o próprio reino era um paralelo a essa mentira.[25]

Tyrion Lannister lembrou Verme Cinzento e Missandei que os dragões de Aegon I foram o diferencial em sua vitória contra seis dos sete reinos de Westeros.[26] Daenerys Targaryen usou a submissão de Torrhen Stark a Aegon como argumento para tirar a independência do Reino do Norte de Jon Snow.[27]

A linhagem de Aegon terminaria com o próprio Jon Snow que, após a Batalha de Porto Real, assassinaria Daenerys Targaryen por ter queimado os inocentes da cidade em sua luta contra a Rainha Cersei I Lannister. Jon foi exilado para a Patrulha da Noite, fazendo voto de castidade e abandonando qualquer direito que seu nome Targaryen poderia ter lhe dado. O próprio Trono de Ferro foi queimado e destruído por Drogon, o último dragão vivo conhecido, e os Sete Reinos foram reformulados em Seis Reinos, com o Reino do Norte garantindo sua independência sob a Rainha Sansa Stark. Os governantes dos Seis Reinos passariam a ser escolhidos em um Grande Conselho, e Brandon I Stark acabou sendo o primeiro Rei dos Ândalos e dos Primeiros Homens eleito, em 305 d.C..[28]

Habilidades

  • Montar dragão: Aegon montava Balerion, o Terror Negro, o maior dos três dragões restantes em sua época. Aegon era capaz de usá-lo com tanta maestria que queimou Harrenhal, um castelo de pedra, cozinhando seus habitantes de fora para dentro. Ele também liderou diversas batalhas com Balerion, como o próprio Campo de Fogo. Balerion sobreviveria muitos anos após a morte de Aegon.

Árvore genealógica


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Famtree-Visenya.png
Visenya
Targaryen


Falecida
 
Famtree-AegonI.png
Aegon I
Targaryen

"Conquistador"
Falecido
 
Famtree-QueenRhaenysTargaryen.png
Rhaenys
Targaryen


Falecida
 
Famtree-OrysBaratheon.png
Orys
Baratheon


Falecido
 
Famtree-ArgellaDurrandon.png
Argella
Baratheon

n. Durrandon
Falecida
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Famtree-AenysTargaryen.png
Aenys I
Targaryen


Falecido
 
House-Velaryon-Square.PNG
Alyssa
Velaryon

Falecida
 
Famtree-MaegorTargaryen.png
Maegor I
Targaryen

"o Cruel"
Falecido
 
House-Hightower-Square.PNG
Ceryse
Hightower


Falecida
 
Famtree-AlysHarroway.png
Alys
Harroway


Falecida
 
Famtree-Tyanna.png
Tyanna da
Torre


Falecida
 
Famtree-ElinorCostayneBlackBride.png
Elinor
Costayne


Falecida
 
Famtree-JeyneWesterlingBlackBride.png
Jeyne
Westerling


Falecida
 
Famtree-RhaenaTargaryen.png
Rhaena
Targaryen


Falecida
 
House-Baratheon-Main-Square.PNG
Fundação da
Casa
Baratheon


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Famtree-RhaenaTargaryen.png
Rhaena
Targaryen


Falecida
 
Famtree-AegonTargaryenSonOfAenys.png
Aegon
Targaryen


Falecido
 
Famtree-JaeherysI.webp
Jaehaerys I
Targaryen

"o Conciliador"
Falecido
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Alysanne
Targaryen


Falecida
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Targaryen


Natimorto
 
 
 
 
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Targaryen


Natimorto
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Targaryen


Natimorto
 
House-Targaryen-heraldry.jpg
Targaryen


Natimorto
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nos livros

Em Fogo e Sangue, é descrito que a datação a.C. (Antes da Conquista) e d.C. (Depois da Conquista) começou a ser contada após a coroação de Aegon em Vilavelha. Ele nasceu 27 anos antes de sua coroação como rei. Aegon I Targaryen e suas irmãs-esposas dominaram os sete reinos de maneira semelhante a contada em "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos". É dito que após a morte de Rhaenys, Aegon declarou guerra contra Dorne em ódio, mas uma carta misteriosa dos dorneses o fizeram deixar sua conquista de lado.

É revelado também que ele já havia visitado alguns lugares dos sete reinos antes de sua coroação, como a própria Vilavelha. Maegor I, seu filho, eventualmente também se casou com mais de uma esposa, mas não deixou herdeiros com ela. Ele foi o único depois de Aegon I a ter um casamento polígamo.

Links externos

Referências

  1. 1,0 1,1 "The Field of Fire", "Histórias e Tradição"
  2. "Valyria's Last Scion: House Targaryen", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  3. 3,0 3,1 3,2 "Invasion", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  4. "House Hoare, Ironborn Kings of the Riverlands", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  5. "House Tully", "Histórias e Tradição"
  6. "House Greyjoy", "Histórias e Tradição"
  7. "House Durrandon, the Storm Kings", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  8. "House Arryn, Kings of the Vale", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  9. "House Lannister, Kings of the Rock & House Gardener, Kings of the Reach", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  10. "House Tyrell", "Histórias e Tradição"
  11. "The Reach", "Histórias e Tradição"
  12. "House Stark, The Kings of Winter", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  13. "Aegon, First of His Name", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  14. "House Martell, Princes of Dorne", "Conquista e Rebelião: Uma História Animada dos Sete Reinos"
  15. "House Martell", "Histórias e Tradição"
  16. "Dorne", "Histórias e Tradição"
  17. "The Faith Militant", "Histórias e Tradição"
  18. "The Kingsguard", "Histórias e Tradição"
  19. "The Red Keep", "Histórias e Tradição"
  20. 20,0 20,1 "A Man Without Honor", Episódio 07 da Segunda Temporada de Game of Thrones
  21. House of the Dragon, 2012
  22. "Cripples, Bastards, and Broken Things", Episódio 04 da Primeira Temporada de Game of Thrones
  23. "You Win or You Die", Episódio 07 da Primeira Temporada de Game of Thrones
  24. "Fire and Blood", Episódio 10 da Primeira Temporada de Game of Thrones
  25. "The Climb", Episódio 06 da Terceira Temporada de Game of Thrones
  26. "Home", Episódio 02 da Sexta Temporada de Game of Thrones
  27. "The Queen's Justice", Episódio 03 da Sétima Temporada de Game of Thrones
  28. "The Iron Throne", Episódio 06 da Oitava Temporada de Game of Thrones
v  d  e
Governantes dos Sete Reinos de Westeros
Advertisement